Notícias

Sistema CNT debate inovação e transporte em eventos internacionais

Representantes da CNT (Confederação Nacional do Transporte), do SEST SENAT e do ITL (Instituto de Transporte e Logística) participaram, entre os dias 20 e 27 de fevereiro, de uma série de atividades e encontros promovidos na Universidade de Stanford (EUA). Na ocasião, debateram inovação para o setor transportador brasileiro, projetos de mobilidade e o impacto de tecnologias para os mercados nas cidades. Além disso, estabeleceram relacionamentos e contatos com instituições e entidades de outros países.

Os eventos foram promovidos pelo mediaX, iniciativa vinculada à Universidade de Stanford à qual o SEST SENAT aderiu no ano passado. O objetivo é elaborar e implementar metodologias educacionais para capacitar trabalhadores do transporte a partir da visão e dos pensamentos estratégicos de líderes, executivos e profissionais do setor.

Além disso, foram realizadas reuniões preparatórias para dois workshops que serão realizados neste mês, em Brasília, como partes da parceria do SEST SENAT com o mediaX.

Workshop de Liderança em Inovação Global


workshop_stanford.jpgOs representantes da CNT, do SEST SENAT e do ITL também participaram do Workshop de Liderança em Inovação Global, realizado pelo mediaX entre os dias 20 e 23 de fevereiro. No evento foi abordado o tema da Mobilidade Inteligente a fim de envolver executivos de organizações empresariais e sem fins lucrativos em uma experiência de produção rápida de propostas inovadoras para a mobilidade. 

Foram debatidas soluções, construídas ao longo de quatro fases do processo de inovação. A primeira trata-se da detecção, com a identificação do problema e das necessidades dos usuários. Na segunda, que é a visão, ocorreu a geração e a seleção de ideias para solução dos problemas pontuados. Depois, durante a prototipagem, foram criados protótipos dessas soluções. Eles foram aprimorados a partir de entrevistas com usuários, os quais, na atividade, foram representados por pesquisadores da própria Universidade de Stanford. Por fim, houve o escalonamento, com o desenvolvimento de planos de escalabilidade, com o intuito de identificar meios para viabilizar as iniciativas debatidas. 

Os projetos foram apresentados e avaliados por pesquisadores da Universidade de Stanford e representantes de empresas do Vale do Silício, como a Google.


Transporte brasileiro na Conferência Cidades Digitais


Durante a Conferência Cidades Digitais (2018 Digital Cities Summit), realizada entre os dias 26 e 27 de fevereiro na Universidade de Stanford, o diretor do Escritório da CNT em Berlim (Alemanha), Thiago Ramos, apresentou o projeto para a construção do road map do transporte brasileiro. 

Ele foi debatedor em um painel que contou com a presença do estrategista-chefe da Fundação Tesla, Keith Coleman, do vice-presidente para tecnologias de informação veicular da empresa japonesa Aisin AW, Kenji Suzuki, e da diretora do programa mediaX da Universidade de Stanford, Martha Russel. 

A Conferência reuniu 80 especialistas em tecnologias e modelos de negócios, além de executivos de mais de 100 empresas no mundo todo para discutir como as tecnologias disruptivas estão modificando mercados comerciais nas cidades. Foram debatidos tópicos como moedas virtuais, veículos autônomos, os últimos desenvolvimentos ligados à Internet das Coisas, inteligência artificial, análise preditiva, entre outros.

Universidade de Stanford


A Universidade de Stanford, localizada na Califórnia (EUA), é reconhecida como uma das dez melhores universidades do mundo. É a grande indutora do berço de inovação em que se transformou o Vale do Silício, região que reúne as maiores e mais valorizadas empresas de tecnologia do mundo. 

 
Clique aqui para saber mais.